Agronegócios e Sustentabilidade

duração: 6 semestres
180 ECTS (54 obrigatórios e 12 optativos em UCS; )
data de acreditação: 31/03/2017
prazo de acreditação(anos): 6
Cód. Par Estabelecimento/DGES: /PA38

Apresentação

O Curso de Doutoramento em Agronegócios e Sustentabilidade é oferecido pelo consórcio entre a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e a Universidade de Évora (UÉ), em parceria com outras Instituições nacionais e internacionais de I&D e empresas do setor agroflorestal e alimentar. Tem por objetivo principal a procura de conhecimento para antecipar, compreender e responder aos desafios com que a cadeia agroflorestal e alimentar se depara, enquadrados nos três domínios estratégicos atuais de crescimento sustentável, inteligente e inclusivo e para as quais a inovação constitui um fator crítico e uma das prioridades. A sua oferta, através de consórcios e parcerias nacionais e internacionais que integram instituições empresariais e de investigação com amplo conhecimento e experiência sobre o setor-alvo constitui uma oportunidade singular de promover e consolidar o ensino avançado, a investigação e o desenvolvimento e inovação (I&D&I) associados às cadeias de valor agroflorestais e alimentares. Estas parcerias terão foco em áreas de especialização bem definidas e complementares e pretendem-se desenvolver pela interação constante entre as empresas e as unidades de investigação baseada em processos de aprendizagem coletiva e de co-inovação.

Saídas Profissionais

O curso potencia saídas profissionais nos três domínios estratégicos atuais de crescimento sustentável, inteligente e inclusivo, no âmbito do setor agroflorestal e alimentar, em qualquer tipologia de agronegócios e de organização, pública ou privada, com e sem fins lucrativos. As saídas profissionais estão relacionadas com as competências a serem adquiridas no âmbito do curso. Essas competências são as seguintes: 1) Compreender, interpretar e avaliar a complexidade e a diversidade dos problemas das organizações agroalimentares e florestais no contexto de seu ambiente global; 2) Aplicar ferramentas conceituais e analíticas de gestão, de natureza inovadora, para a promoção de organizações sustentáveis e competitivas; 3) Elaborar, testar, implementar e / ou avaliar estratégias e modelos destinados a melhorar a competitividade das empresas, fortalecendo a equidade social e o aprimoramento do uso endógeno e natural responsável dos recursos; 4) Antecipar as tendências futuras nas cadeias agroflorestais e de valor alimentar; 5) Elaborar e desenvolver projetos de pesquisa que gerem conhecimentos e soluções empíricas e inovadoras associadas ao crescimento sustentável das agroflorestais e cadeias alimentares, particularmente aos potenciais usuários em áreas marcadas pelo declínio populacional; 6) Identificar e desenvolver processos de transferência de conhecimento que criem valor agregado para o setor.

Adjunto(s)

Carlos Marques
Rui Manuel de Sousa Fragoso

Gestor Académico

Hugo Alexandre Velho Vilalva Sena

Teses Concluídas

Clique aqui.